15.2.08

Sonhos da Noite no Claro do Dia

Tentei dormir em vão.
Levantei-me,
Então
Fui sonhar.

Fumaças no ar,
Mil projetos,
Mil sonhos vívidos,
Ávidos por serem vividos.

Amanheceu,
Acontece a realidade:
Os sonhos serão pelo dia olvidados?

Um comentário:

Alma de Poesia disse...

Boa tarde, Renato!
Passando pra te informar que meu blog " Alma de Poesia" mudou de endereço. Agora é [ http://almadepoesia2007.blogspot.com ]Vou linkar novamente o seu em meus favoritos.
Se puder me dar uma retorno quando fizer a troca, desde já agradeço.

E parabéns pelas belíssimas inspirações.Um abraço!

 
web stats hits
web stats hits